esboço dos movimentos do termo rede

No geral, hoje em dia, tenho encontrado muitas experiências que utilizam o termo rede para nomear o encontro e produção conjunta de pessoas, em diferentes lugares e contextos. Estas produções tentam independer de qualquer traço que as possa homogenizar (formação, cultura) e, assim, constroem novas possibilidades de trabalho que pouco ou nada se preocupam com… Continuar lendo esboço dos movimentos do termo rede

imagens condensam…

Um amigo me perguntou qual o sentimento que tive quando tirei esta foto: Esta delícia de questão me exigiu rememorar o momento vivido e, como consequência quase inevitável, rememorar como tenho entendido a ação de fotografar. Essa foto tem uma história e percebo que isto tem muita influência na minha relação com a imagem: gostar… Continuar lendo imagens condensam…

um enquadramento micropolítico…

Viciei-me em uma coisa: micropolítica. Ainda na faculdade, entrei por um caminho de me lançar pelos caminhos e me molhar com qualquer pingo de afeto que respingue por onde passo. Acostumado que tava a procurar aquilo que fixa, fui forçado por um grupo que incluía a mim mesmo a ver que só há mudança. Isso… Continuar lendo um enquadramento micropolítico…

Primeiro passo: a postura

Um desafio foi posto: construir uma formação em inclusão digital de âmbito nacional que integrasse diferentes formações já existentes e que conseguisse de alguma forma contemplar a diversidade de 10.000 realidades comunitárias diferentes, onde se instalariam telecentros (salas com acesso a computador e a internet gratuitos), e de 16.000 monitores diferentes que passariam por essa… Continuar lendo Primeiro passo: a postura

Processos paralelos e não coincidentes

Isso aconteceu há alguns dias atrás. Para a equipe com a qual trabalho no projeto de formação, esse ano tem sido um ano de muitas produções. Muitos processos correm em paralelo e precisam se concretizar em processos e produtos que deem forma as mil faces e necessidades da formação e de toda a rede que… Continuar lendo Processos paralelos e não coincidentes

Onde está minha atenção?

Lendo agora o livro Cartografia Sentimental, de Suely Rolnik, me veio de súbito a necessidade de registrar uma experiência que é um bom retrato do que persigo. O trecho que me convocou a escrever foi: ” Paisagens psicossociais também são cartografáveis. A cartografia, nesse caso, acompanha e se faz ao mesmo tempo que o desmanchamento de certos mundos… Continuar lendo Onde está minha atenção?